content top

Resenha Aos Olhos da Morte


FICHA TÉCNICA

  • Coletânea de Contos
  • ISBN: 978-85-63586-02-5
  • 120 páginas
  • Formato: 14 x 21cm
  • Publicação: 2010

Compre aqui – com desconto e autografo!

Morte. A dama do mando negro que busca as almas nos dias finais. Temida por uns, adorada por outros, ela com certeza tem muitas histórias para contar. Boa parte delas está nesse livro mortificante escrito por M. D. Amado, o escritor mais ESTRONHO de que já se teve notícia.

Amado nos deixa sem fôlego com uma seleção de 21 contos, onde a morte é o tema central, deixando de ser aquele esqueleto envolto num manto negro e foice na mão, podendo vir até nós nua e linda; ter um sorriso chamado Aline; e até mesmo nos carregar nos diferentes caminhos, da escuridão ao amanhecer, apenas por querer nos mostrar que o inferno não é como pensamos. Ela se torna uma amiga, uma irmã, alguém querido e próximo.

Com relação à escolha dos contos, nem todos são bons o suficiente para o livro, como por exemplo E Agora Estou Aqui: um rapaz sofre um terrível acidente de carro, ficando preso a uma cama e terrivelmente deprimido. – Comparado aos outros textos ele parece apagado; A Sombra e o Anel: Julia e Alexandre são namorados e aproveitam o pouco de tempo que tem juntos, quando ela passa a ser “perseguida” por algo sobrenatural. A vontade desesperada de ter paz, e os meios que se utilizam para esse fim, é o que acaba por virar o jogo, tirando dela tudo o que tinha. Inclusive a sanidade. – O conto vinha ótimo, perturbador e envolvente, mas o final não fez jus e acabou por murchar a bela flor que era o conto. Existem muitos outros trabalhos do autor que ficaram de fora e mereciam estar dentro.

Mas tive preferidos também. Entre eles estão A Morte Em Traços Coloridos: Um conto muito interessante, originado de um quadro (disponível para visualização no site de M. D. Amado) onde vemos até que ponto algumas pessoas vão por amor, amizade e até egoismo. – A história foi bem escrita e a costura com as imagens do quadro ficou muito boa; Teu Sorriso Se Chama Aline: A morte, que de inocente só tem a cara, encontra novos meios de levar consigo os escolhidos, o que nesse caso inclui uma calcinha lilás. – Sequer tenho palavras pra explicar o quanto esse conto é bom.

Adoraria poder falar sobre todos os contos, mas o espaço (e os Spoilers que seriam demais) não me permite. Cheio de contos sobre a Senhora do Submundo, mostrando diversas faces e passagens dela por entre os mortais, Aos Olhos Da Morte é, sem dúvida nenhuma, uma ótima escolha de leitura.

Nota de 0 a 10: 9

O  de que já se teve notíciasentimentos de perda e transformação que a morte nos coloca. Você se apaix


One Responseto “Resenha Aos Olhos da Morte”

  1. Muito interessante. E mais interessante saber que não sou o único que se interessa por esses temas.

Leave a Reply