content top
Resenha de Extraneus I – Medieval Sci-Fi

Resenha de Extraneus I – Medieval Sci-Fi

“Cavaleiros e dragões viajando no tempo e no espaço; Visitantes do futuro; Jogos tão reais que podem fazer com que você fique preso no passado… Esses e muitos outros são os ingredientes do volume 1 da Série Extraneus, que mistura idade média e ficção científica em contos inéditos e inusitados. Das combinações mais simples e criativas, até as mais poéticas”.

A série Extraneus é uma publicação da Editora Literata que trás o selo Estronho (que deu origem a Editora Estronho).  Dividida em três volumes que apresentam contos em todos os campos da literatura fantástica a série possui uma característica especial – que é a marca pessoal da Editora Estronho – o convite ao incomum e ao exótico.


Livro: Extraneus – Medieval SciFi

Autor: M.D.Amado (organizador)

Editora: Estronho/Literata

Categoria: Literatura nacional/Contos

ISBN: 9788563586094

Páginas: 132

O Primeiro volume da série se propõe a apresentar a união de dois gêneros fantásticos: a fantasia medieval e a ficção cientifica.  Abaixo comento alguns contos que integram a obra:

Churrasco D’arc explora o conceito de um jogo que transporta o jogador a importantes batalhas da história, não apenas de forma simulada como em um jogo de realidade virtual, mas, sim, de forma efetiva inserindo-o no passado. O texto é bem construído, mas, ao ser construído sobre o clichê do viajante do tempo capaz de alterar a historia acabou tornando-se por demasiado previsível.

Um dia Qualquer narra um conflito envolvendo reféns e uma tropa de contenção. O Cenário poderia ser um de dia comum em uma grande metrópole se os personagens envolvidos nesta delicada situação não fossem elfos, minotauros e orc’s. O Conto me pareceu por demais futurístico contendo até mesmo elementos cyberpunk’s, mas, acredito que tenha sido escolhido para esta coletânea por apresentar uma narrativa bem construída e um ótimo final.

A Peste é um conto com uma ótima premissa embora se desenvolva sem muita emoção. Rico em detalhes e com um ótimo final para aqueles leitores com maior bagagem.

Dez lampejos do Muçulmano de Ferro apresenta um cenário bastante ousado e o texto possui uma dinâmica muito boa. O Tema central do conto é o surgimento de um gigantesco mecha no deserto próximo a Meca durante o do século XII.  Infelizmente acredito que poucos leitores conseguirão compreender certas implicações do cenário como o símbolo marcado no peito deste mecha e real natureza de seus inimigos.

Guerra dos Mundos é um ótimo conto onde um cenário de ficção cientifica se constrói sobre um clima bastante tenso e aventuresco. O Conto propõe um encontro entre os cavaleiros da távola redonda e alienígenas hostis que pretendem dominar o planeta terra do século XXI. Um ótimo desenrolar e um final com humor bastante característico fazem deste conto um dos melhores da coletânea.

A proposta pode parecer um absurdo à primeira vista, mas os autores que participam da obra apresentam textos ricos e cheios de aventuras maravilhosas.  Se ficarem curiosos a editora disponibiliza um arquivo de “degustação” 😉

Nota:8,0
Boa leitura.

Por Cândido Ruiz



Leave a Reply